A cidade

Vitória, capital do Espírito Santo, é uma das três ilhas-capitais do país e a principal cidade da Região Metropolitana, que inclui os municípios de Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Vila Velha e Viana. Contando com uma população em torno de 352 mil habitantes, é responsável por cerca de 29% do PIB estadual, o maior entre as capitais brasileiras. Além disso, registra o 4º melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) no Brasil, tendo obtido recentemente reconhecimentos entre os quais o de 2ª melhor cidade para se viver no litoral brasileiro, 1ª cidade em condições para abrir um negócio no Brasil, 3ª melhor cidade para criar e educar os filhos no Brasil, 1ª capital mais transparente do Brasil, 1ª cidade em infraestrutura da Região Sudeste e 7ª cidade do futuro para investidores no continente americano.

 

A Ilha de Vitória, formada por um arquipélago composto por 33 ilhas e por uma porção continental, vem registrando crescimento acima da média nacional com o turismo de negócios e apresentando índices de crescimento importantes nos últimos anos em relação ao turismo de lazer. Está localizada estrategicamente na Região Sudeste, próxima dos grandes centros urbanos do país e limita-se ao Norte com o município da Serra, ao Sul com a cidade de Vila Velha, a Leste com o Oceano Atlântico e a Oeste com o município de Cariacica. Integradas também ao território municipal estão as Ilhas Oceânicas de Trindade e Martin Vaz, situadas a 1.140 quilômetros da costa. Com oferta considerável de infraestrutura de hospedagem, bares e restaurantes, transportes e demais equipamentos turísticos, a 2ª capital mais antiga do país é privilegiada por uma diversidade de recursos naturais e um rico patrimônio histórico e cultural. Entre as principais atividades turísticas estão o turismo de negócios e eventos, de lazer, gastronômico, náutico e de pesca oceânica, cultural, esportivo, ecoturismo e de aventura. Venha conhecer a Ilha de Vitória e encante-se por tudo o que ela tem a oferecer!

História e Cultura

Vitória foi batizada em 1535 como Ilha de Santo Antônio por seu fundador, Vasco Fernandes Coutinho, donatário da Capitania Hereditária do Espírito Santo. Entre sua descoberta e a data oficial de sua fundação, em 8 de setembro de 1551, vários acontecimentos marcantes contribuíram para o nascimento da capital. A ilha foi local estratégico para a defesa do continente e por volta de 1551 Duarte de Lemos fundou a vila, que passaria a ser conhecida posteriormente como Vila Nova de Vitória em referência às vitórias ocorridas sobre os povos indígenas que viviam originalmente naquelas terras e a chamavam então de Ilha de Guaananira ou Ilha do Mel. Nos 300 anos iniciais de sua história, Vitória foi uma vila-porto, tendo enfrentado franceses e ingleses atrás de açúcar e de pau-brasil

Como Chegar

BR-101, BR-262, ES-010, ES-060, ES-080

Contatos

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br

(27) 3235-2910 / (27) 3235-2002

Cultural Gastronômico Religioso

Catedral Metropolitana de Vitória

A Catedral Metropolitana de Vitória começou a ser construída em 1920 e foi concluída em 1970. O projeto inicial era de Paulo Motta (o mesmo que projetou o Parque Moscoso) e foi se modificando com o passar dos anos, tendo recebido colaboração de vários artistas e arquitetos.

Ela ocupou o lugar onde, até 1918, havia uma igreja chamada Igreja de Nossa Senhora da Vitória, que era a Matriz da cidade. Era uma igreja de estilo colonial, que começou a ser edificada em 1551, quando Vitória ainda se chamava Vila Nova, no período do primeiro donatário da capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho.

Com a criação da Diocese do Espírito Santo (1895) e a nomeação do primeiro bispo, Dom João Batista Correia Nery, a igreja recebeu o título de Catedral. Posteriormente, deteriorada e considerada pequena demais para comportar o crescente número de fiéis, foi demolida, com o intuito de ser substituída por uma igreja maior, de acordo com o desejo de modernizar a capital do Estado.

Símbolo da cidade de Vitória, a Catedral foi tombada pelo Conselho Estadual de Cultura, em maio de 1984. Destaca-se no ambiente por sua imponência e por possuir arquitetura eclética com característica neogótica. Tem como destaque os maravilhosos vitrais de suas paredes.

ENDEREÇO

Praça Dom Luiz Scortegagna, s/nº - Centro

HORÁRIO

Das 09h às 12h e 13h às 17h, de terça-feira a domingo, inclusive em feriados

TELEFONE

(27) 3223-0590

EMAIL

contato@institutogoia.org, turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com, contato@institutogoia.org, turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Galpão das Paneleiras de Goiabeiras

Para manter viva a tradição da cultura capixaba, as paneleiras de Goiabeiras receberam um novo galpão em novembro de 2011, construído pela Prefeitura Municipal de Vitória, com repasse de verba federal do Ministério do Turismo.

O galpão tem 32 cabines, todas com bancada, armário e prateleiras individuais. O espaço é arejado e bem iluminado naturalmente. No segundo piso, existe uma lanchonete e uma área que permite aos visitantes visualizarem todo o trabalho nas cabines e ainda proporciona uma visão incrível para o mangue.

A feitura artesanal da panela de barro é uma das maiores expressões da cultura popular de Vitória e do Espírito Santo. A fabricação é predominantemente feminina e familiar, um saber passado de mãe para filha há muitas gerações.

ENDEREÇO

Rua das Paneleiras 55 - Goiabeiras

HORÁRIO

Segunda a sábado, das 8 às 18 horas

TELEFONE

(27) 3132-8351

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com, turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Museu Capixaba do Negro "Verônica da Pas" (Mucane)

O Museu Capixaba do Negro "Verônica da Pas" (Mucane), que fica na Avenida República, no Centro, é um espaço de convergência de serviços destinados à população negra. O local foi totalmente restaurado e modernizado e está equipado com auditório, biblioteca, área para eventos, museu e mezaninos.

O edifício original, com 716 m², foi totalmente restaurado e ainda foi construído um anexo com 717,34m², onde será instalado o Centro de Referência da População Negra. O novo prédio tem salas para uso coletivo e da administração do museu, área para eventos, mezanino, jardim, banheiros, entre outros.

Entre os objetivos da revitalização do Museu Capixaba do Negro, está o de propiciar meios para o desenvolvimento de ações educativas que promovam a conscientização sobre a importância da preservação do patrimônio histórico-arquitetônico da capital capixaba.

O museu passa também a ser um centro estadual de referência à cultura negra. A restauração e a implementação do Mucane contribuem ainda com a iniciativa de revitalização do Centro Histórico de Vitória, apresentando o espaço como opção de atividade cultural para escolas e outros grupos organizados.

ENDEREÇO

Avenida República, 121, Centro

HORÁRIO

De terça a domingo, das 9h às 17 horas

TELEFONE

(27) 3222-4560

EMAIL

mucane@vitoria.es.gov.br

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Palácio Anchieta

O Palácio Anchieta originou-se a partir de uma secular construção jesuítica com início de suas fundações em 1551 finalizada em 1747. O conjunto, Igreja e Colégio por vários séculos foi a maior construções da Capitania do Espírito Santo. Após a expulsão dos jesuítas em 1759 o prédio tornou-se desde então a Sede Oficial do Governo do Espírito Santo passando por adaptações internas para receber a estrutura administrativa do Estado. Entre 1908-1012 passa por uma grande transformação estilística transformando o edifício Igreja e Colégio em uma edificação monolítica de caráter palaciano, eclético, inspirado no estilo neoclássico. Na década de 40, em seu interior os salões ganharam decoração suntuosa, inspirados no estilo Renascentista e Rococó. Neste período foram adquiridos muitos móveis, peças de escultura, pratarias e obras de cavalete de artistas renomados, que hoje, compõem o acervo do Palácio Anchieta. De 2004 a 2009 o prédio passa por sua primeira grande Obra de Restauro externa e interna, onde se dá tratamento museológico a vários espaços. Em novembro de 2009 o Palácio Anchieta abre suas portas à visitação pública. Acolhe também exposições itinerantes com temáticas ora artísticas ora científicas. Este Patrimônio Edificado é símbolo cultural do Estado onde se resgata épocas, pessoas e acontecimentos, testemunha da história do Espírito Santo. ENDEREÇO: Praça João Clímaco s/n°, Cidade Alta, Vitória, ES, Brasil. CEP: 29015-000. HORÁRIOS DE VISITAÇÃO: Terça à sexta de 09h às 17h, sábados de 10h às 17h, domingos e feriados de 10h às 16h. TELEFONE PARA AGENDAMENTO: (27) 3636 – 1032 /  (27) 3636 – 1040 E-MAIL: agendamento@palacioanchieta.es.gov.br SITE: www.palacioanchieta.es.gov.br INGRESSO: Ingressos gratuitos, o projeto de visitação do Espaço Cultural Palácio Anchieta é mantido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, com gestão compartilhada entre a SEG, SECULT e SEDU. GERENCIA DO ESPAÇO CULTURAL: (027) 3636 1018.  

ENDEREÇO

Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro

HORÁRIO

Terça à sexta de 09h às 17h, sábados de 10h às 17h, domingos e feriados de 10h às 16h.

TELEFONE

(27) 3636 – 1032 / (27) 3636 – 1040

SITE

www.palacioanchieta.es.gov.br

EMAIL

agendamento@palacioanchieta.es.gov.br

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Planetário de Vitória

Mantido por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Seme) e a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), o Planetário de Vitória é um ambiente para visitantes de todas as idades conhecerem os planetas, as constelações, os movimentos de translação e rotação e as lendas que envolvem o universo.

A principal atração é a sessão Planetário, numa sala que tem o teto em forma de cúpula, sobre o qual se projetam imagens do céu noturno. Sentados sob a cúpula, num ambiente escuro, os espectadores são levados a uma viagem pelo cosmo, que é guiada pela orientação do monitor.

Sessões

As sessões tratam de diversos assuntos e são abertas aos questionamentos do público. Abaixo, é possível conhecer as principais:

Céu de 1500 - Narra a viagem de descobrimento do Brasil, desde Portugal até a Baía de Cabrália. As projeções exibem o céu que os navegadores observavam ao longo do caminho e mostram as técnicas de orientação que eles utilizavam. A história é acompanhada por músicas e efeitos sonoros.

Nordon a Shalissa - Conta a história de duas crianças, Beto e Shalissa. Uma noite, enquanto estudam astronomia, são surpreendidas pela visita de um extraterrestre (Nordon), que as convida para uma viagem através do espaço. Nordon fala da destruição de seu planeta, alertando os protagonistas sobre a importância de se preservar os recursos naturais.

Universo na Mente das Crianças - Sessão voltada a crianças a partir de quatro anos. Apresenta-se o sistema solar por meio de uma linguagem infantil, na qual os planetas são retratados como se fossem seres vivos. Concluída a projeção, são propostas várias atividades para fixar as informações passadas às crianças.

Reconhecimento do Céu - Ensina ao público truques que possibilitam reconhecer as estrelas e suas respectivas constelações e o céu de cada estação.

ENDEREÇO

Avenida Fernando Ferrari, 514, Campus da Ufes, Goiabeiras

HORÁRIO

De segunda a quarta-feira, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas; e às quintas e sextas-feiras, das 8 às 12 horas e das 13 às 21 horas. As visitas ao Planetário são gratuitas. O agendamento, para grupos acima de 20 pessoas, deve ser feito pelo site.

TELEFONE

(27) 3227-2531

SITE

www.planetariodevitoria.org

EMAIL

agendamento@planetariodevitoria.org

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Praça da Ciência

A Praça da Ciência oferece, gratuitamente, conhecimento e diversão em um local agradável, de frente para o mar, com segurança e amplo estacionamento, além da orientação de monitores durante a visita. As vias de circulação são livres, inclusive para cadeirantes. O acervo é composto por 16 equipamentos, que podem ser manipulados para o estudo dos conceitos científicos ligados principalmente à Física. É um local muito visitado por crianças e apreciadores da Ciência. Fotografias e filmagens são permitidas. Confira alguns equipamentos: sistema solar em escala, relógio de sol, João Teimoso, alavancas, refletor parabólico, prato giratório, plano inclinado, balanços, espelho de som, gyrotec, elevador de mão, escala Musical, gangorras, espelhos que deformam a imagem, derador de energia, espelhos de ilusão.

ENDEREÇO

Avenida Américo Buaiz, s/n, Enseada do Suá (próximo à Curva da Jurema)

HORÁRIO

De segunda a sexta-feira, das 8h às 12 horas e das 13h às 17 horas; e sábados, domingos e feriados, das 8h às 13 horas.

TELEFONE

(27) 3345-0882

EMAIL

pracaciencia@hotmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Rua Viva - Triângulo das Bermudas

A noite em Vitória começa com um happy hour e vai até a madrugada. Algumas regiões concentram bares, restaurantes e outras opções de lazer. Inaugurada em janeiro de 2013, a Rua Viva, antiga Rua 24 Horas, no Triângulo das Bermudas, é um espaço dedicado ao lazer noturno de turistas, moradores e frequentadores da Praia do Canto. Das 22 às 5 horas, os carros estão proibidos de circular no trecho da Rua Joaquim Lírio entre as vias João da Cruz e Manoel Carneiro. O Triângulo das Bermudas compreende o trecho entre as ruas Joaquim Lírio e João da Cruz, na Praia do Canto, e recebeu dos boêmios da cidade esse nome há mais de 20 anos. É ponto de encontro de amigos antes de irem para o "rock" nas boates, nas noites de sexta e sábado.

ENDEREÇO

Ruas João da Cruz e Joaquim Lírio, Praia do Canto.

HORÁRIO

Todos os dias, das 22 às 5 horas.

TELEFONE

(27) 3235-2910 (27) 3235-2002

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Theatro Carlos Gomes

O Theatro Carlos Gomes foi edificado numa época em que a cidade de Vitória passava por importantes transformações urbanas, que visavam à transformação da cidade em uma capital "moderna". Ele foi edificado no Governo de Florentino Avidos (1924-1928).

Em 1924, o único teatro da cidade, o Melpômene, foi parcialmente destruído por um incêndio e o governo aproveitou a oportunidade para alargar a Praça Costa Pereira e abrir a Rua Sete de Setembro. Por utilizar a área do teatro para ampliação da praça, a administração estadual assumiu o compromisso com o município de que seria erguido um novo teatro.

Então, o Theatro Carlos Gomes foi edificado por iniciativa do arquiteto autodidata e construtor André Carloni. No prédio, aproveitaram-se as colunas de ferro fundido do antigo Melpômene, na sustentação dos balcões e galerias. A obra foi concluída em janeiro de 1927 e tem um estilo arquitetônico eclético.

Com a crise do café (1929), o teatro foi arrendado a uma firma particular e passou a funcionar também como cinema. Pouco tempo depois, foi vendido ao Governo Estadual, que passou a administrá-lo. O Theatro Carlos Gomes foi restaurado, pois seu terreno sofreu instabilidade, já que foi construído em área de aterro sobre o mar.

ENDEREÇO

Praça Costa Pereira, Centro

HORÁRIO

Das 09h às 12h e 13h às 17h, de terça-feira a domingo, inclusive em feriados

TELEFONE

(27) 3132-8396 e 3322-6418

EMAIL

visitar@vitoria.es.gov.br

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Náutico

Centro de Visitação do Projeto Tamar

Dois aquários para a observação de tartarugas marinhas e palestras sobre sua vida, reprodução e preservação são atrações do Centro de Visitação do Projeto Tamar localizado na ilha do Papagaio, uma área adjacente à Praça do Papa, em Vitória. Os tanques têm dois e 30 mil litros e abrigam filhotes e espécies adultas de tartarugas verdes (Chelonia mydas), cabeçuda (Caretta caretta) e oliva (Lepidochelys olivacea).

Os visitantes também recebem informações sobre a Ilha de Trindade, o maior sítio reprodutivo da tartaruga verde no país e área de alimentação da tartaruga de pente. Há registros de animais marcados em Trindade recapturados no Ceará, Pernambuco, Bahia e Senegal, na África. Outro atrativo do Centro de Visitação é a bela paisagem do entorno: uma vista panorâmica da baía de Vitória e da cidade de Vila Velha.

O objetivo é envolver a sociedade nas questões ambientais, conscientizando os cidadãos de forma prazerosa sobre um assunto sério. Durante a temporada reprodutiva, a equipe do Projeto Tamar faz marcação e biometria das fêmeas e monitoramento dos ninhos nas praias de desova.

Segundo o Tamar, cada atividade tem seu dia e horário. O visitante faz sua escolha, guiando-se por um painel com o cronograma. Para tirar dúvidas, há monitores nos pontos de saída das visitas orientadas e em toda a área do Centro de Visitação. Visitas direcionadas para escolas, universidades e grupos organizados, com agendamento prévio, têm duração aproximada de uma hora e meia.

ENDEREÇO

Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, 700, Enseada do Suá, Vitória

HORÁRIO

O Centro de Visitação do Projeto Tamar funciona de terça a domingo, das 8h30 às 17 horas. Moradores da comunidade de pescadores do entorno e alunos da rede municipal de Vitória têm atividades guiadas e palestras gratuitas. Para os outros visitantes, a entrada é R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).

TELEFONE

(27) 3225-3787

SITE

http://www.tamar.org.br/centros_visitantes.php?cod=24

EMAIL

tamarvitoria@tamar.org.br

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Ecoturismo Aventura

Parque Estadual da Fonte Grande

Situado no Maciço Central da Ilha de Vitória, o Parque Estadual da Fonte Grande contrasta com a agitação da metrópole e é um convite para quem deseja relaxar apreciando a natureza. Na capital, o parque é a última área contígua de grande porte com vegetação característica de encostas da Mata Atlântica.

Ele foi inaugurado em junho de 2001 e está sob os cuidados da Prefeitura de Vitória. Ao longo de seus 21,8 mil metros quadrados, podem ser observados répteis, invertebrados, pequenos mamíferos e aves.

Em suas encostas, estão localizadas várias fontes e bicas, com destaque para São Benedito, Cazuza e Morcego. O local também possui um Centro de Educação Ambiental (CEA).

O relevo é acidentado e inclui vales e pontões. O ponto culminante atinge quase 309 m. Com localização e paisagens privilegiadas, a região tem mirantes naturais, que proporcionam espetaculares e múltiplas visões de Vitória e de seu entorno.

Criado com o objetivo de reunir as pessoas num momento de contemplação da natureza, o Projeto Lua Cheia acontece no Parque da Fonte Grande. Do Mirante da Cidade, situado a 310 metros acima do nível do mar, é possível assistir o espetáculo natural que é a lua em sua fase cheia.

Todo domingo (exceto em caso de chuva), acontece a Caminhada Ecológica da Pedra dos Olhos. O percurso inclui: Trilha da Pedra da Batata, no Mirante do Sumaré, Mirante da Cidade, Estrada Tião Sá, Mirante do Mangue, Trilha da Caverna dos Morcegos, Trilha do Alpinista, Pedra dos Olhos, Vale do Ganda, Ruínas da Fazenda Boa Vista e Centro de Educação Ambiental Parque da Fonte Grande.

ENDEREÇO

Avenida Serafim Derenzi. No período da noite este é o único acesso disponível para se chegar ao Parque da Fonte Grande.

HORÁRIO

De terça-feira a domingo, das 7h às 17 horas.

TELEFONE

(27) 3381-3521 (administração/agendamento)

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Parque Pedra da Cebola

O Parque Pedra da Cebola possui exemplares de Mata de Restinga e de Mata Atlântica e vegetação rupestre nativa do local, que abrigam pequenos répteis e aves. Com área superior a 100 mil metros quadrados, o parque também conta com jardim oriental e um mirante, com vista para a parte do Maciço Central, o Porto de Tubarão e o Morro do Mestre Álvaro, localizado na Serra.

O parque foi implantado em novembro de 1997, num local onde, até 1978, existiu a Pedreira de Goiabeiras, de propriedade da mineradora Vale. Trata-se da primeira recuperação de área degradada por esse tipo de atividade econômica no município. No ambiente da antiga jazida, uma área plana é utilizada para eventos de pequeno e médio porte e para a prática de atividades esportivas.

O nome do parque deriva de uma grande pedra esculpida pela natureza que repousa sobre outra rocha. Devido a seu comportamento geológico, a pedra se "descama" de maneira similar às palhas de uma cebola. O Parque Pedra da Cebola tem parquinhos, lagos e um campo de futebol, além de um Centro de Educação Ambiental (CEA). A área também possui o sinal de internet livre do Vitória Online.

ENDEREÇO

Para chegar ao Parque Pedra da Cebola, o visitante pode seguir pela avenida Fernando Ferrari e depois entrar na rua Ana Vieira Mafra, que fica ao lado da Petrobras.
Outra opção de acesso é a rua João Baptista Celestino, que fica na Mata da Praia (entrada do estacionamento).

HORÁRIO

Segunda, das 5 às 9 horas e das 17 às 22 horas, e de terça a domingo, das 5 às 22 horas. O agendamento de visitas monitoradas e atividades de educação ambiental são realizadas junto ao Centro de Educação Ambiental.

TELEFONE

(27) 3327-4353 (administração) e 3327-4298 (agendamento).

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Praia

Praia da Curva da Jurema

O visitante pode admirar a paisagem a partir de um dos quiosques com áreas cobertas, onde são servidos petiscos da culinária capixaba.

A praia é indicada para a prática de stand up paddle, ou SUP, esporte no qual se rema de pé sobre uma prancha, e passeios de veleiro.

Nas proximidades, a orla se inicia do lado do Iate Clube. Depois, chega-se à Praça dos Namorados, à Praça dos Desejos e às proximidades da ponte que interliga a Ilha de Vitória à Ilha do Frade.

O mar de águas frias e calmas é ideal para a prática de esportes náuticos e com estreita faixa de areia para corridas e caminhadas.

A região conta ainda com calçadão, iluminação noturna, lanchonetes e conta com extensa área recreativa, além da estrutura para a prática de tênis, basquete, vôlei e futebol da Praça dos Namorados.

ENDEREÇO

A melhor referência para o visitante chegar à Curva da Jurema é o Shopping Vitória, uma vez que a praia se situa nos fundos à esquerda do centro comercial. A Curva da Jurema fica no acesso que interliga a Avenida Américo Buaiz à ponte da Ilha do Frade.

HORÁRIO

Horário livre

TELEFONE

(27) 3235-2910, (27) 3235-2002

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.b, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Praia da Ilha do Boi

Com extensão de 140 metros, a Ilha do Boi mantém sua reserva graças a algumas peculiaridades. Além das águas tranquilas e claras, a Praia Grande (ou Praia da Esquerda) é um recanto natural e com sombras proporcionadas por árvores. A Praia Pequena ou Praia da Direita fica nas proximidades.

Ambas se encontram a poucos minutos da Praia do Canto e de Jardim da Penha, representam um dos pontos de encontro dos jovens da cidade e são excelentes para a prática de stand up paddle, esporte no qual se rema de pé sobre uma prancha.

ENDEREÇO

O acesso se inicia atrás do Shopping Vitória e no final, virando à direita, há uma guarita de monitoramento e de segurança. O visitante deve seguir pela rua Renato Nascimento Daher Carneiro, que vai até o local onde se encontram as praias. A rua é sinuosa e percorre toda a extensão da Ilha do Boi.

HORÁRIO

Horário livre

TELEFONE

(27) 3235-2910 (27) 3235-2002

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Praia de Camburi

Localizada ao Norte da cidade, Camburi é a única praia da capital que fica na área continental. Com seus seis quilômetros de extensão, é completamente urbanizada e arborizada. Toda a orla tem boa iluminação e, no inicio, há um monumento à Iemanjá. Já o mar de Camburi, considerado um dos melhores lugares para velejar no Brasil, é excelente para praticar windsurf, kitesurf e passear de veleiro.

O calçadão tem uma pista específica para corrida, caminhadas, passeios de bicicleta, skate e patins. Também possui uma Academia Popular da Pessoa Idosa.

Quiosques para comercialização de comida e bebida e deck de madeira com mesinhas para os clientes também podem ser encontrados ao longo do calçadão.

Em 2014, a Prefeitura de Vitória concluiu a construção de sete quiosques na orla da Praia de Camburi. Assim, a cidade passou a ter ainda mais opções para atender os frequentadores da praia. Há, ainda, um quiosque que serve como sede do Serviço de Orientação ao Exercício (SOE).

Rua de Lazer

Aos domingos e feriados, das 7 às 13 horas, trechos de movimentadas vias da cidade transformam-se em um espaço livre para a prática de esportes e brincadeiras com o projeto Rua de Lazer. Pedestres podem caminhar, correr, pedalar, andar de patins, skate e outros equipamentos esportivos. Jogos como dominó,  dama e xadrez também são opções para os frequentadores.

ENDEREÇO

No sentido Norte para o Sul da cidade, a praia compreende os bairros de Jardim Camburi, Mata da Praia e Jardim da Penha. Localiza-se na Avenida Dante Michelini e seu ponto de início é a Ponte de Camburi, que faz divisa com o bairro Praia do Canto.

HORÁRIO

Horário livre

TELEFONE

(27) 3235-2910, (27) 3235-2002, (27) 3235-2910, (27) 3235-2002

EMAIL

turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com, turismodevitoria@vitoria.es.gov.br, turismodevitoria@gmail.com

GOOGLE MAPS

Clique para abrir

Secretaria de Estado do Turismo - SETUR/ES
Rua Inácio Higino, 1050/9° andar   •   Centro Empresarial Praia da Costa   -   Torre Leste
Praia da Costa, Vila Velha, Brasil. - CNPJ: 08.750.791/0001-89
CEP 29101-435   •   Tel (27) 3636-8026