Ecoturismo/Aventura

O Espírito Santo possui múltiplas riquezas naturais de norte a sul de seu território. As opções variam de mar à montanha, das águas turvas dos manguezais às cristalinas das lagoas, de serras antigas cobertas por matas inexploradas a pontões rochosos, entre outros vários chamarizes que, em cada região do Estado, possuem características paisagísticas singulares que dão ao turista vastas possibilidades de apreciar a natureza.

No Sul do Estado, encontramos um dos grandes patrimônios naturais do Brasil: o Parque Nacional do Caparaó, que abriga o Pico da Bandeira, terceiro mais alto do país, com 2.890 metros de altitude.

Saíra Apunhalada

Na região das montanhas capixabas está localizado o Parque Estadual de Pedra Azul, em Domingos Martins, passeio obrigatório para quem curte uma boa caminhada ecológica, contemplando a beleza do local, que ainda pode ser apreciada através da cavalgada até suas piscinas naturais.

Também na região, no entorno da cidade de Vargem Alta, uma ave que se acreditava estar extinta foi encontrada. A Saíra Apunhalada tem pouco mais de dez centímetros, porém uma enorme importância para a preservação da mata da região, sendo uma das atrações de turistas praticantes de observação de aves.

Parque Estadual de Itaúnas

No município de Conceição da Barra, localizado 256 quilômetros ao Norte da capital, fica o Parque Estadual de Itaúnas. Com uma área de aproximadamente 3.600 hectares, apresenta ecossistemas de diferentes tipos, como Mata Atlântica, tabuleiro, praia, rio, manguezal, restinga e alagado, além de abrigar fauna variada com espécies ameaçadas de extinção.

Para os que desejam um local mais bucólico e deserto, Conceição da Barra também é o local ideal. Lá está localizada a praia do Riacho Doce, na divisa com o Estado da Bahia. Segundo especialistas, uma das praias desertas mais bonitas do Brasil.

Montanhas

Além de grandes áreas de preservação, pontos turísticos ou parques municipais convidam os capixabas e turistas para boas caminhadas. O Monte Aghá fica localizado no município de Itapemirim e possui cerca de 340 metros de altitude, sendo usado como marco para navegação em todo o litoral Sul do Estado, por ser possível avistá-lo a vários quilômetros de distância.

O Parque Municipal da Fonte Grande, situado no Maciço Central da Ilha de Vitória, contrasta com a agitação da metrópole e é um convite para quem deseja relaxar apreciando a natureza. Na capital, o parque é a última área contígua de grande porte com vegetação característica de encostas da Mata Atlântica.

Já o Morro do Moreno, em Vila Velha, tem 274 metros de altura e está localizado próximo ao centro da cidade. Ao seu lado encontra-se o Convento da Penha, que também fica no topo de um morro. Os dois dão as boas-vindas a todos que vão à cidade de Vila Velha, a partir da capital do Estado, Vitória, passando pela Terceira Ponte, e viraram cartões-postais.

Parques Estaduais

Parque Estadual Pedra Azul (Pepaz): Localizado no km 89/90 da BR 262, no município de Domingos Martins, e distante 89 quilômetros da capital, Vitória.

Parque Estadual Itaúnas (PEI): Com uma área de aproximadamente 3.600 hectares, apresenta ecossistemas de diferentes tipos, como Mata Atlântica, tabuleiro, dunas, praia, rio, manguezal, restinga e alagado, além de abrigar fauna variada com espécies ameaçadas de extinção.

Parque Estadual Paulo César Vinha (PEPCV): É circundado pela Área de Proteção Ambiental (APA) de Setiba, que funciona como sua zona de amortecimento e visa conservar a região marinha do arquipélago das Três Ilhas. O parque fica em frente ao mar e é famoso por ter uma lagoa ao lado da praia, com coloração escura e águas quentes, chamada de Lagoa de Caraís.

Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF): Sua cobertura original é do tipo Floresta Estacional Semidecidual, que, ao longo dos anos, foi sendo recomposta, com plantios de essências nativas/frutíferas. O Rio Braço Norte Direito, além de contribuir com a beleza cênica do local, através da Cachoeira da Fumaça, com seus 140 metros de queda, é um afluente do Rio Itapemirim.

Parque Estadual do Forno Grande (PEFG): Protege o segundo maior ponto culminante do Estado do Espírito Santo, o Pico do Forno Grande com 2.039 metros, além de quedas d’água e trilhas. Local de especial riqueza biológica, também abriga espécies de animais em extinção, como a onça-parda, a jaguatirica e o macaco mono-carvoeiro.

Parque Estadual de Mata das Flores (PEMF): Remanescente florestal da Mata Atlântica localizado nas terras quentes do município de Castelo propicia a formação de um Corredor Ecológico desde suas terras quentes até as terras mais altas e frias dos Parques Estaduais de Forno Grande e de Pedra Azul.

Parque Nacional do Caparaó: Onde fica o Pico da Bandeira, terceiro mais alto do país, com 2.890 metros de altitude. Localizado na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, é um dos destinos mais procurados pelos adeptos do montanhismo no Brasil e sua portaria oficial fica situada no município capixaba de Dores do Rio Preto.

Saiba mais: https://bit.ly/3i300i3